terça-feira, 23 de julho de 2013

DESENVOLVIMENTO: CERÂMICA DE ALTAMIRA INAUGURA PRIMEIRO FORNO MÓVEL DO PARÁ

Além do aumento da produção, forno móvel
reduzirá poluição da indústria em 65%
Com o intuito de melhorar a fabricação de tijolos e demais produtos utilizados na construção civil, a Cerâmica Santa Clara, em Altamira, inaugurou no último dia 21, o primeiro forno móvel de todo o Estado, aumentando assim a partir deste mês sua produção para 1.250.000 (um milhão, duzentos e cinqüenta mil) peças mês.

A tecnologia vinda do Estado de São Paulo está completamente em conformidade com as NR’S 14 e 15 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), haja vista que seus funcionários não ficarão mais expostos a temperaturas elevadas e à poeira da biomassa (pó de serra) utilizada no processo de queima, pois a alimentação do forno é completamente automatizada.

O forno é todo revestido por uma lã de vidro importada da China que suporta uma temperatura máxima de 2000c, muito além do necessário que são 950c que a cerâmica vermelha necessita para atingir seu ponto ideal de queima.

Moderno Forno móvel aumentará produção
A redução da poluição da indústria foi diminuída em 65%, haja vista que todo o processo de queima passou a ser computadorizado e monitorado, ou seja, hoje a indústria só utiliza de biomassa (pó de serra, coco da praia, palha de arroz, caroço de açaí, cavaco, entre outros) somente o que realmente é necessário no processo de queima, eliminando o desperdício, fazendo com isso seu produto ambientalmente correto.

Segundo os proprietários da Cerâmica Santa Clara, a indústria no processo antigo de queima demorava até 85 horas para queimar 32 mil peças. Hoje, em apenas 40 horas queima um total de 95.500 (noventa e cinco mil e quinhentas) peças por vez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário